HP bloqueia novamente o uso de cartuchos genéricos em suas impressoras

A guerra entre fabricantes de impressoras HP contra os cartuchos de tinta genéricos ganhou um novo episódio no último mês de setembro, com uma nova atualização nos firmwares de seus equipamentos que impede a utilização caso o usuário esteja utilizando um cartucho que não seja o original da empresa.

No ano passado, a HP fez algo semelhante, distribuindo para seus clientes uma atualização que inutilizava diversos cartuchos genéricos presentes na impressora, apresentando uma mensagem de erro e impedindo a impressão até que o suprimento fosse substituído por um original. Na época essa atitude da empresa gerou muitas críticas entre os consumidores, fazendo com que a HP voltasse atrás, e retirasse essa barreira em seu firmware, assumindo não ter comunicado seus clientes da forma correta.

Porém a atitude parece ter se repetido agora, já que a barreira para cartuchos genéricos não foi informado oficialmente pela HP, porém descoberto pelo blog de tecnologia GHacks. Aparentemente o novo bloqueio para genéricos é mais sutil que o ocorrido em 2016, sendo possível até mesmo mesclar entre cartuchos originais e “piratas” na impressora. Mas caso todos os cartuchos no equipamento sejam genérico o alerta de erro será emitido.

O especialista Anderson Martins, da Impressora.com alerta que apesar da economia no valor do cartucho, o uso de modelos genéricos e remanufaturados trazem maior risco de danos ao equipamento, entre outros problemas. “A tecnologia de tinta oferecida pelos fabricantes é muito superior aos genéricos. Isso até pode não ficar aparente nas impressões mais simples, mas quando é necessário um serviço com qualidade profissional a diferença é nítida. Além da maior incidência de vazamentos e secagem da cabeça de impressão nos cartuchos genéricos.”

Até o momento foi observado que o bloqueio do firmware HP afeta os modelos das séries OfficeJet 6800, OfficeJet Pro 6200, OfficeJet Pro X 450 e OfficeJet Pro 8600. A fabricante ainda não se pronunciou oficialmente sobre o caso.

HP bloqueia novamente cartuchos de tinta genéricos em suas impressoras

A HP, há um ano, liberou uma atualização de firmware para as suas impressoras que acabava bloqueando o uso de cartuchos de tinta feitos por outras empresas que não fosse a própria HP, os chamados cartuchos genéricos. A decisão não foi bem aceita, e a companhia acabou voltando atrás e liberando o uso de cartuchos de outras marcas.

Porém no último mês de setembro, a HP lançou novamente uma atualização de firmware que bloqueia o uso de cartuchos de tinta considerados genéricos. O update foi liberado no dia 13, há exato um ano atrás, já que o último também aconteceu em 13 de setembro.

O bloqueio desta vez parece estar menos evidenciado. Em alguns modelos de impressora é possível, inclusive, usar ao menos um cartucho “pirata” sem causar qualquer problema. No entanto, quando todos os slots de cartuchos estão ocupados, a máquina acaba gerando um alerta de que algum deles pode estar danificado e precisa ser removido.

A HP, no último ano, disse que o bloqueio servia para “proteger as inovações e a propriedade intelectual” da companhia. Ao voltar atrás da decisão, a empresa disse que a deveria ter feito “um trabalho melhor de comunicar o procedimento de autenticação para os clientes”.

Comparativo: Brother MFC-L2700dw X HP Ultra M134A

Hoje vamos comparar duas Multifuncionais Laser com impressão monocromática, que é o modelo de multifuncional mais procurada por empresas e escritórios: a HP Ultra M134A, e a Brother MFC-L2700dw, ambos na faixa de R$1700,00.

Conectividade

Nesse quesito a Brother MFC-L2700dw leva vantagem, contando com USB, Ethernet e WiFi, enquanto o modelo HP possui apenas entrada USB.

 

Impressão

A multifuncional Brother L2700 possui velocidade de 27 ppm, com resolução máxima de 2400×600 dpi. Conta com impressão duplex, compatível com formatos A4, Carta, Executivo e Ofício. A bandeja de entrada tem capacidade para 250 folhas.
A HP Ultra M134A conta com velocidade de 23ppm, resolução ótica de 600x600dpi ou 1200dpi no modo HP FastRes, frente e verso manual, compatível com formatos A4, A5, A6 e B5. A bandeja de entrada possui capacidade para 150 folhas.

Scanner

A Brother L2700 possui digitalização para até formato A4, com alimentador automático para até 35 folhas, porém sem função duplex. Resolução ótica de 600x2400dpi, e resolução interpolada de até 19200x19200dpi.
A multifuncional HP Ultra possui scanner base plana (sem alimentador automático) para folha A4, resolução ótica de 600dpi cores ou 1200dpi monocromático.

 

Toner inicial

A multifuncional Brother L2700 não inclui toner inicial. Os toners compatíveis são o TN-2340 com rendimento de 1200 páginas e valor médio de R$160,00, e o toner TN-2370 com rendimento de 2600 páginas e valor médio de R$259,00.
Já o modelo HP Ultra inclui toner inicial LaserJet com rendimento de até 6900 páginas. O toner de reposição é o HP 33A, com rendimento de 2300 páginas e valor médio de R$150,00.

Conclusão

A grande vantagem da HP Ultra M134a é o custo por impressão, com toners de alto rendimento por um bom preço, gerando menor custo por página impressa. Porém a Brother L2700 proporciona maior comodidade para o usuário, com impressão duplex e alimentador automático para digitalizar várias páginas de uma só vez.

Confira aqui a HP M134A: http://www.nagem.com.br/produto/detalhes/455202

Aqui a Brother MFC-L2700: https://www.impressorajato.com.br/multifuncional-laser-brother-2700-mfc-l2700dw

“A Guerra das Tintas”: O combate à pirataria no mercado de cartuchos para impressoras

Uma atualização de firmware criada pela HP para seus modelos de impressora no mês de setembro surpreendeu seus usuários. Ou, pelo menos, os que utilizavam cartuchos genéricos ao invés dos originais. De uma hora para outra as versões alternativas deixaram de ser reconhecidas pela impressora, inutilizando-as. Este é mais um capítulo da guerra entre as fabricantes de impressoras para combater o consumo de cartuchos não originais.

“Este é um fenômeno global. Na América do Norte a estimativa é que 16% dos proprietários de impressoras e multifuncionais utilizem cartuchos remanufaturados ou clonados. No Brasil você encontra em cada esquina alguém oferecendo o serviço de recarga de cartucho de tinta”, diz Anderson Martins, da Impressora.com.

Nos últimos anos a indústria de cartuchos genéricos se fortaleceu, com versões mais baratas que as originais, fabricados principalmente na China e comercializados pela internet. A queda nas vendas de cartuchos originais, devido à concorrência com esses modelos clones, gera grandes preocupações para fabricantes como a HP, que tem no mercado de cartuchos uma importante fonte de lucro.

“Os cartuchos desempenham um papel importante no modelo de negócio dos fabricantes de impressoras. Eles costumam vender suas impressoras com uma margem de lucro baixa, esperando recuperar através da venda contínua de consumíveis”, explica Martins.

Seguindo um caminho diferente, a japonesa Epson lançou no mercado suas impressoras com bolsa de tinta. Essa bolsa não só substitui o cartucho de tinta, como conta com ultra rendimento, dispensando a troca da bolsa durante toda a vida útil do equipamento. Além disso fabricantes como a Brother e Canon contam com modelos que utilizam tanques de tinta.

A recente aquisição da operação de impressoras Samsung pela HP por US$1,1 bi colocou em alerta fabricantes de cartuchos compatíveis. Conhecida por possuir uma tecnologia indecifrável de bloqueio de cartuchos genéricos, a Samsung agora deve passar seu segredo a frente e acirrar ainda mais a guerra das tintas.

Veja como instalar uma impressora da HP.

Siga o passo a passo para instalar uma impressora HP de forma simples e rápida:

Primeiro: Coloque o CD de instalação no computador e execute-o. O Assistente de Instalação HP será aberto.

Segundo: Aceite os termos de uso e clique em Avançar. A instalação irá iniciar.

Terceiro: Depois que o driver de impressão for pré-instalado, conecte a impressora ao computador pela porta USB. Ligue a impressora e conecte-a ao computador.

 

Veja como instalar sem o CD do equipamento:

 

Primeiro: Entre no site do Suporte da HP e informe o modelo da sua impressora, depois clique em “Continue”.

Segundo: Confirme o modelo indicado pelo site ou clique sobre o modelo desejado.

Terceiro: Uma página irá aparecer e é preciso indicar o sistema operacional do seu computador. Selecione o sistema e clique em avançar.

Quarto: Clique na aba “Driver”, depois clique em “Download”.

Quinto: Após terminar o download, execute o arquivo e siga os mesmos passos do processo de instalção com CD.

HP fala sobre o aumento da pirataria no Brasil.

A pirataria vem crescendo e os consumidores estão cada vez mais sendo enganados na hora da compra. Um cartucho pirata dura pouco, sofre de incompatibilidade e pode vazar nas impressoras. Os clientes normalmente compram o produto pirata sem saber e reagem negativamente à marca.

Segundo o gerente de desenvolvimento de negócios de suprimentos da HP do Brasil, Marcio Furrier, “a pirataria de cartuchos é um problema sério, pois os consumidores acreditam de fato terem adquirido um produto original, enganados por uma embalagem que imita a da HP. Infelizmente, logo descobrem da pior maneira que foram vítimas de uma organização criminosa”.

É possível identificar a veracidade de um cartucho observando a embalagem que deve possuir selos de segurança holográficos e com o lacre intacto. Todas as caixas possuem um QR Code impresso que pode ser verificado por meio de um celular. As empresas também realizam testes de segurança para garantir a legitimidade do produto.